A S&P Brasil Ventilação Ltda. orienta seus relacionamentos através de um conjunto de valores que observam os mais elevados padrões éticos e morais. A empresa considera os seus sócios, administradores, funcionários e colaboradores responsáveis pela disseminação desses valores.

MISSÃO

Promover o desenvolvimento tecnológico, econômico e social, através da especialização na fabricação de equipamentos para movimentação de ar, gerindo sua atividade tendo em vista o bem comum, a honestidade e a justiça.

VISÃO

Ser a melhor e mais eficiente empresa de ventilação industrial do Brasil.

VALORES

A Qualidade Total: Empenhando-se de modo permanente no aperfeiçoamento de seus produtos e serviços e no desenvolvimento e satisfação de seus clientes e colaboradores, a empresa busca eficiência, agilidade e flexibilidade.

A Auto Suficiência: Cultivando a independência econômica, financeira, tecnológica e política, orgulha-se de seu nome e de seus feitos, transmitindo segurança e solidez pela maneira de ser e agir.

A Sensibilidade no Mercado: Razão e garantia de sua existência e continuidade, o mercado é a bússola do rumo a ser seguido, desenvolvendo a capacidade de competição e promovendo a evolução interna.

O Trabalho e a Gestão Participativa: Interpretando o trabalho como realização pessoal, a Empresa estimula e valoriza a participação coletiva, a integração interna, a competência e o bom gerenciamento do tempo.

CÓDIGO DE CONDUTA

ABRANGÊNCIA

Este Código de Conduta aplica-se aos sócios, administradores, funcionários e colaboradores da S&P Brasil Ventilação Ltda, e contém normas pelas quais estes devem pautar as suas condutas funcionais nos relacionamentos interno e externo, cabendo aos diretores, gerentes e supervisores zelar para que este Código seja amplamente divulgado e adequadamente cumprido.

REGRAS DE CONDUTA

1.Relações no Trabalho

1.1. As relações no ambiente de trabalho e em todas as instalações da S&P Brasil devem se pautar pela atitude positiva, de cortesia e respeito mútuo, com todos se empenhando para que predomine a transparência, foco no resultado, o espírito de equipe, o profissionalismo, a lealdade e a confiança, sempre voltados para o desenvolvimento da Empresa.

1.2. É vedado a todos o uso do cargo visando obter facilidades ou qualquer outra forma de favorecimento para si ou para terceiros.

1.3. É considerada intolerável qualquer conduta que possa ser caracterizada como discriminatória em função de raça, origem, gênero, crença religiosa, convicção política, deficiência ou aparência fisica, idade, orientação sexual ou classe social.

1.4. É proibido realizar qualquer tipo ou espécie de propaganda política ou religiosa nas dependências da S&P Brasil, ou fora delas na condição de funcionário/ colaborador ou administrador da Empresa.

1.5. É proibido realizar qualquer tipo ou espécie de propaganda comercial de terceiros nas dependências da S&P Brasil, utilizando a condição de funcionário/ colaborador ou administrador, exceto quando tratar-se de evento previamente autorizado.

1.6. Os funcionários e administradores da S&P Brasil não devem ter outros empregos ou atividades paralelas, concorrenciais ou não, que prejudiquem o exercício eficiente de suas funções na Empresa.

1.7. As avaliações dos funcionários/ colaboradores e administradores são feitas por mérito, em função de suas competências e habilidades, tendo como base a eficiência com que exercem as suas funções, e como parâmetro o mercado de trabalho.

1.8. A S&P Brasil não contrata mão-de-obra infantil, e não utiliza mão-de-obra escrava.

1.9. Os funcionários/ colaboradores da S&P Brasil devem responder a quaisquer tipos de situações de intimidação:

-Não tolerando, bem como não exercendo ameaças ou assédios de qualquer tipo.

-Não se submetendo a situações de assédio moral (entendido como o ato de desqualificar repetidamente, por meio de palavras, gestos ou atitudes, a auto-estima, a segurança ou a imagem do funcionário em função do vínculo hierárquico) e denunciando o assediador.

-Respeitando a hierarquia, porém informando imediatamente à gerência superior qualquer comportamento irregular, desde que devidamente fundamentado.

-Comunicando imediatamente aos seus superiores hierárquicos, para as providências cabíveis, qualquer aliciamento, ato ou omissão que julguem contrários ao interesse da S&P Brasil .

-Não cedendo a pressões que visem à obtenção de vantagens indevidas.

2.Relações com os Clientes

2.1. É dever de todos no atendimento ao cliente, prestá-lo com clareza, cortesia, eficiência, atitude positiva, objetivando atender às suas necessidades, buscando e preservando o relacionamento de longo prazo.

2.2. Deve-se evitar o tratamento preferencial a qualquer cliente por critérios pessoais de amizade, que não estejam alinhados com a obtenção dos melhores resultados para a Empresa.

3.Relações com os Fornecedores

3.1. A contratação de fornecedores ou prestadores de serviços deve estar baseada em critérios técnicos e transparentes, devendo obedecer às políticas e normas da S&P Brasil, de forma a garantir a escolha da melhor relação custo vs. benefício. O comprador deve recusar favores e presentes oferecidos por fornecedores. Os brindes resultados de uma relação de negócios devem ser relatados ao superior imediato que avaliará seu destino, podendo até mesmo devolver se achar necessário. Podem ser aceitos brindes até um valor de R$ 100,00.

3.2. A S&P Brasil não realiza negócios com empresas que utilizem mão-de obra infantil ou trabalho escravo.

3.3. A S&P Brasil não realiza negócios com empresas que não tenham licença ambiental de operação.

4.Relacionamento com Órgãos Governamentais e Empresas Estatais

4.1. Nenhuma forma de pagamento ou qualquer outro benefício pode ser oferecido a uma autoridade ou servidor da administração pública direta ou indireta, seja esta federal, estadual ou municipal, em troca de vantagens, entretanto são permitidos convites para visitas às instalações da Empresa, eventos ou comemorações /festas patrocinadas pela S&P Brasil , ou de que esta venha a participar de forma direta ou indireta.

5.Responsabilidade Social

5.1. As relações com as comunidades nas quais a S&P Brasil  atue devem ser pautadas pela transparência, urbanidade, atitude construtiva, cortesia, parceria e respeito mútuos, buscando-se a preservação da boa imagem da Empresa.

5.2. É princípio da S&P Brasil sempre agir com responsabilidade social junto às comunidades em que atua, devendo, os seus administradores e funcionários/ colaboradores, respeitarem os interesses dessas comunidades e do Pais.

5.3. Os administradores e funcionários/ colaboradores devem promover um bom relacionamento com as comunidades em que a Empresa atua, considerando os valores da S&P Brasil , e contribuindo para o desenvolvimento das mesmas.

6.Conflitos de Interesses

6.1. Os administradores e funcionários/ colaboradores da S&P Brasil devem empregar os seus melhores esforços para, no exercício de suas atividades, evitar situações nas quais os seus interesses pessoais conflitem com os interesses da Empresa. Na ocorrência de casos inevitáveis, gestionar a transferência da atividade para outrem, com a divisão de Recursos Humanos ou a diretoria.

6.2. O administrador ou funcionário/colaborador da S&P Brasil não pode representar a Empresa no relacionamento com organizações nas quais ele tenha participação ou alguma outra forma de interesse pessoal, direto ou indireto, que possa influenciar a sua conduta.

7.Informações, documentos e dados

7.1. Deve ser mantida extrema confidencialidade sobre qualquer informação, documento ou dado sigiloso ou estratégico da S&P Brasil , exceto no estrito interesse empresarial ou no atendimento às normas legais.

7.2. Somente pessoas autorizadas podem fornecer informações, documentos ou dados relevantes à terceiros.

7.3. Não se admite a utilização, cópia ou a divulgação de quaisquer informações, documentos ou dados confidenciais da S&P Brasil para qualquer propósito, de interesse pessoal, que traga benefícios para si ou para terceiros.

7.4. Consideram-se informações confidenciais os dados técnicos e comerciais sobre produtos, objetivos, táticas e estratégias de negócios e de comercialização, orçamentos anuais, planejamento de curto e longo prazo, volume e condições de vendas, resultados de pesquisas, dados estatísticos, financeiros e contábeis, bem como quaisquer outras informações, documentos ou dados que estejam vinculados ou relacionados com o interesse da Empresa.

7.5. O administrador ou funcionário/colaborador deve zelar para que informações confidenciais ou restritas de terceiros, que estejam disponibilizadas à S&P Brasil , sejam tratadas com o devido sigilo, evitando sua cópia em qualquer mídia e distribuição.

8.Conduta Pessoal

8.1. Os administradores e funcionários/colaboradores devem sempre atuar em defesa dos interesses da Empresa.

8.2. É proibido aos funcionários/colaboradores e administradores da S&P Brasil trazer para a empresa informações, documentos, dados ou software que prejudiquem sua imagem ou comprometam sua segurança física ou operacional.

8.3. Os administradores e funcionários/colaboradores não podem utilizar o correio eletrônico, ou qualquer outro recurso da Empresa, para enviar mensagens não autorizadas, nem para receber conteúdo não relacionado com a atividade profissional.

8.4. Sempre que estiver representando a Empresa ou quando as suas ações possam causar impacto na imagem ou o patrimônio da S&P Brasil , o administrador ou funcionário/colaborador deve observar as leis e normas vigentes, empregando os melhores princípios éticos e morais em sua conduta.

8.5. É proibido aos administradores e funcionários/colaboradores da S&P Brasil receberem, direta ou indiretamente, comissões, presentes, ou quaisquer outras vantagens de caráter pessoal valendo-se de seus cargos e funções na Empresa.

9.Patrimônio da Empresa

9.1. Os administradores e funcionários/colaboradores da S&P Brasil devem, em suas ações dentro e fora do ambiente organizacional, proteger o patrimônio físico e intelectual da empresa, que inclui a sua marca e demais bens intangíveis, bens móveis e imóveis, tecnologia, estratégias de negócios e de comercialização, informações, pesquisas e dados.

10.Meio Ambiente

10.1. Considerando que a S&P Brasil tem como princípio o respeito ao meio ambiente, os administradores e funcionários/colaboradores devem, no exercício de suas atribuições, ter compromisso com a preservação do meio ambiente e com a adoção de ações que busquem melhorar a qualidade de vida do ser humano.

10.2. Todos os negócios da S&P Brasil devem ser conduzidos em total conformidade com os valores éticos e morais da Empresa e com a legislação ambiental, com a busca de aperfeiçoamentos nos processos operacionais, e na sua política de atuação, dentro do conceito de desenvolvimento sustentável.

11.Concorrência

11.1. Os administradores e funcionários/colaboradores não devem conduzir, em nenhuma hipótese, tratativas com empresas competidoras da S&P Brasil que resultem em procedimentos ilegais ou anti-éticos em relação ao livre comércio.

11.2. O relacionamento com funcionários/colaboradores e representantes de empresas concorrentes, quando indispensável, deve ser pautado pelo respeito e observação das normas legais.

12.Divulgação e Procedimentos

12.1. Os diretores, gerentes e supervisores devem transmitir a seus respectivos subordinados as normas constantes deste Código de Conduta, de forma a que o mesmo tenha ampla divulgação no ambiente de trabalho, bem como devem zelar pela sua observância, apresentando à Divisão de Recursos Humanos recomendações para a sua atualização e aprimoramento.

12.2. Dúvidas específicas a respeito de situações concretas sobre a aplicação ou interpretação das regras constantes deste Código devem ser encaminhadas ao superior hierárquico imediato que, por sua vez, caso seja necessário, levará ao conhecimento do superior hierárquico máximo da área.

12.3. Os administradores ou colaboradores da S&P Brasil ou outros que tenham conhecimento de quaisquer atos, fatos ou práticas que violem o presente Código, devem informar os mesmos ao seu superior hierárquico, ou caso necessário, ao superior hierárquico máximo da área.

12.4. Violações a esse Código são passíveis de penalidades previstas no Regulamento Interno da S&P Brasil .

12.5. Cabe à Divisão de Recursos Humanos a gestão deste Código, sendo também responsável por acolher sugestões e recomendações para aperfeiçoamentos, visando a sua permanente atualização.